Resíduos ajudam a identificar origem dos documentos

15310124438_d70917108b_k
Resíduos ajudam a identificar o estado de conservação do documento e seu acondicionamento. – Foto: Jan Ribeiro.

Aqui, no projeto Resgate Documental da Província Franciscana de Santo Antônio do Brasil, todo material tem o seu lugar dentro da pesquisa. Nenhum deles é descartável. Muitos poderiam pensar, por exemplo, que no processo de higienização dos documentos, alguns materiais residuais como clipes, prendedores e até bichinhos como formigas, traças e baratas encontrados seriam, facilmente, descartados. Contudo, esses resíduos estão sendo separados, identificados e fotografados.

“Através da identificação dos insetos, materiais metálicos, aspecto do papel, podemos mapear o ambiente climático – que pode ser úmido, seco e poluído – e seu estado de conservação. Portanto, conhecemos o tipo de acondicionamento, manuseio e armazenamento que foram inadequados”, explica a coordenadora do projeto, Débora Mendes.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s